domingo, 1 de agosto de 2010

Saiba o que significa um bebê ter a cabeça/crânio assimétrico (plagiocefalia)

Em 1992 a Academia Americada de Pediatria publicou um Guia de Boas Práticas para reduzir o índice de Morte Súbita Infantil. Como consequência, a permanência dos bebês em posição deitada de barriga pra cima (pois foi proibido deitá-las de barriga para baixo) aumentou em 400% o índice de assimetria de bebês.
A assimetria do crânio do bebê (recém-nascido) é mais comumente chamada de PLAGIOCEFALIA, quando ela fica com formato obliquo, acomete cerca de 12% dos bebês aos 4 meses de idade, e não é somente um problema estético, pois pode afetar o olho, nariz e a postura da criança.

MAS POR QUE ELA ACONTECE?
A plagiocefalia pode ser originada ainda na vida intra-uterina, no parto ou até mesmo após o nascimento.

Durante a gravidez, por causa da posição na barriga da mãe, o feto pode ficar com a cabeça apoiada sobre um osso na pelve na mãe e isso pode achatar a cabecinha do bebê. Ainda, um feto grande.
durante o parto podem ocorrer compressões na cabeça do bebê que causam sobreposições dos ossinhos, que são flexiveis (mesmo num parto tranquilo). O mau uso de instrumentos como o fórceps podem causar essas sobreposições e depois do nascimento inicia-se o desenvolvimento de assimetrias.
Nas primeiras semanas de vida, a permanência sempre na mesma posição (cabecinha apoiada sempre do mesmo lado) sobretudo de costas, pode desencadear ou agravar o achatamento da cabeça do bebê, e gerar a plagiocefalia.
Torcicolos são os maiores responsáveis por gerar uma posição predominantemente apoiada de um lado, que poderá culminar num achatamento da cabeça e aparecimento da plagiocefalia. Os torcicolos são MUITO MAIS frequentes em cesáreas do que em parto normal.

Mas ela pode causar algum problema no bebê?

São muitas consequências. No bebê pode ser causa de cólicas, regurgitação e vômitos inexplicados.
O grande problema está na mudança da anatomia de forames, buracos por onde passam alguns nervos no crânio. Estes nervos irritados, pode gerar tensão muscular no pescoço (torcicolos), comandos errados pro estômago (azia) ou pra músculos chamados de esfíncter entre o esôfago e o estômago (refluxo) ou intestino (cólica ou não ganho de peso).

Mais tarde as consequências podem ser graves: alteração da articulação temporo-mandibular e alteração da mordida, estrabismo, alterações da postura (escoliose), deficits de atenção e de memória com perturbação da rentabilidade escolar, irritação no sono, para não falar na alteração estética.
Estes sintomas ocorrem por pressões exercidas sobre zonas chave do cérebro, ou nervos na saída dos mesmo do cranio.

Essa assimetria da cabeça tem tratamento?

TEM!
Uma observação atenta por um Osteopata com formação específica é o primeiro passo. A correção, nas primeiras semanas de vida, é muito bem sucedida e passa por intervenção manual destes profissionais, associada a cuidados de posicionamento ensinados para os pais.

A Osteopatia trabalha a mobilidade entre os ossos, retira tensões da região cervical (torcicolos), estimula o remodelamento ósseo, tudo para estimular o crescimento organizado dos ossos do crânio do bebê.

Ainda, alguns casos mais graves podem usar orteses para induzir essa melhora.


EVITANDO EM CASA

Para evitar o aparecimento ou evitar o aumento, alguns cuidados devem ser levados em consideração, como não colocar travesseiros para a criança, cuidar para que ela não durma SEMPRE na mesma posição da cabeça (rodada para a esquerda, por exemplo). Não deixar a criança no bebê conforto se ele fica muito sentado ou torto. Evitar deixar móbiles acima da cabeça do bebê: eles sempre tem que ficar acima do abdome ou das pernas.

Bem, pra finalizar, o resultado! Essa imagem mostra a evolução (ANTES DEPOIS) do tratamento de um bebê com técnicas da Osteopatia.

7 comentários:

  1. Olá blogueiro,

    Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

    Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

    O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

    A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



    Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Obrigado pela colaboração!

    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  2. Dr dolicocefália diagnosticado na gestação ainda,pode ser confundido com plagiocefalia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dolicocefalia é o fechamento prematuro dos ossos parietais no bebê (sutura sagital).
      Assim, o crânio para de crescer no sentido latero-lateral, e só cresce pra frente e para trás. É um tipo de craniossinostose.
      A Plagiocefalia é uma deformação posicional do crânio, normalmente. O formato trapezoidal do crânio determina o nome de Plagiocefalia. Como disse, normalmente é só posicional, não ocorre fusão dos ossos do crânio. pode ocorrer na fase intra-uterina ou após o nascimento.

      A plagiocefalia é tratada conservadoramente com mudança de hábitos posturais ou cuidados posturai se a criança já nasce com ela.
      A Dolicocefalia não necessariamente é cirúrgica, mas se houver algum tipo de sinal neurológico que indique dificuldade de crescimento do cérebro, há a necessidade de fazer cirurgia para abertura da sutura.

      Existem médicos especializados e realizar estas cirúgicas. No hospital Pequeno Príncipe em Curitiba você encontra estes especialistas.

      Excluir
    2. estou no 7 mês de gestação e meu filho foi diagnosticado com dolicocefalia, estou desesperada, os médicos me dizem que só depois que o bebe nascer que podem dizer alguma coisa. Quais são as consequências dessa alteração para criança ?

      Excluir
  3. Eu achei muito interessante esse post, eu queira sabe sem tem algum tratamento para quando a criança tem a cabeça um pouco maior que o normal.Eu tenho um filho de 2 anos e outro de 7 meses, os dois tem o desenvolvimento normal, apenas são cabeçudinhos.

    ResponderExcluir
  4. Dr. Meu filho já está com um ano e meio e só agora tomamos conhecimento desta assimetria, gostaria de saber se ainda dá tempo para a correção.

    ResponderExcluir
  5. Boa Noite Doutor minha minha nora fez uma ultra som mofologica ai no resultado do exame viu um nome que não deixando conformado ( dolicocefalia) por favor mim responda ? mim responda por E-mail: quiteriog4@bol.com.br

    ResponderExcluir